08 de março – Dia Internacional da Mulher

por Aline Resende

cx_ep02

8 de Março, Dia internacional da Mulher, data que muitos conhecem mas cujo significado muitos desconhecem.

A data é para ser lembrada como a luta feminina, um marco de conquistas realizadas a duras penas e que tiveram início com movimento feminista há muitos anos atrás: 

“O primeiro Dia Nacional da Mulher foi celebrado em maio de 1908 nos Estados Unidos, quando cerca de 1500 mulheres aderiram a uma manifestação em prol da igualdade econômica e política no país. No ano seguinte, o Partido Socialista dos EUA oficializou a data como sendo 28 de fevereiro, com um protesto que reuniu mais de 3 mil pessoas no centro de Nova York e culminou, em novembro de 1909, em uma longa greve têxtil que fechou quase 500 fábricas americanas.”

405226-8-de-março-Dia-internacional-da-Mulher-3

 Em 1910, durante a II Conferência Internacional de Mulheres Socialistas na Dinamarca, uma resolução para a criação de uma data anual para a celebração dos direitos da mulher foi aprovada por mais de cem representantes de 17 países. O objetivo era honrar as lutas femininas e, assim, obter suporte para instituir o sufrágio universal em diversas nações. 

Com a Primeira Guerra Mundial (1914-1918) eclodiram ainda mais protestos em todo o mundo. Mas foi em 8 de março de 1917 (23 de fevereiro no calendário Juliano, adotado pela Rússia até então), quando aproximadamente 90 mil operárias manifestaram-se contra o Czar Nicolau II, as más condições de trabalho, a fome e a participação russa na guerra – em um protesto conhecido como “Pão e Paz” – que a data consagrou-se, embora tenha sido oficializada como Dia Internacional da mulher, apenas em 1921.

1 pao-e-paz

Somente mais de 20 anos depois, em 1945, a Organização das Nações Unidas (ONU) assinou o primeiro acordo internacional que afirmava princípios de igualdade entre homens e mulheres. Nos anos 1960, o movimento feminista ganhou corpo, em 1975 comemorou-se oficialmente o Ano Internacional da Mulher e em 1977 o “8 de março” foi reconhecido oficialmente pelas Nações Unidas.

8-de-marco-Dia-internacional-da-Mulher

 

“O 8 de março deve ser visto como momento de mobilização para a conquista de direitos e para discutir as discriminações e violências morais, físicas e sexuais ainda sofridas pelas mulheres, impedindo que retrocessos ameacem o que já foi alcançado em diversos países”, explica a professora Maria Célia Orlato Selem, mestre em Estudos Feministas pela Universidade de Brasília e doutoranda em História Cultural pela Universidade de Campinas (Unicamp).”

Os trechos com as informações históricas foram retirados do novaescola.org.br

Agora que a gente já sabe a história por trás do dia 08 de Março, reparem o quanto são recentes essas tão importantes conquistas que hoje já consideramos como básicas para a dignidade feminina:

download

 

O movimento feminista sempre gerou polêmica e incomodo, e hoje essa realidade não é diferente. Mesmo tendo pontos que você pode ser contra ou a favor, eu sempre digo que ,nós mulheres, devemos nos unir e não usar o feminismo para brigar uma com as outras. Pelo contrário, o feminismo deve ser um movimento de libertação e união, de juntar forças para conseguirmos ainda mais direitos e sermos livres para ser a mulher que quisermos. As bases do movimento são de libertação, empoderamento e união.

#NemUmaAmenos

#ARevoluçãoéFeminina

#TheFutureIsFemale